Vantagens da embalagem

PERGUNTAS FREQUENTES

Qual é a vantagem da lata de alumínio sobre as outras embalagens?

RESPOSTA

O alumínio é atóxico, resistente e maleável. É, por tais características, o material ideal para acondicionar alimentos, produtos de higiene e beleza e, ainda, medicamentos sensíveis à luz, à água e ao calor. Por serem inquebráveis são bastante seguras para o consumidor, além de gerarem economia de eletricidade por gelarem muito rápido. Além disso, o alumínio é muito mais leve que o vidro, não enferruja e mantém o sabor da bebida inalterado. A lata de alumínio é one-way e 100% e infinitamente reciclável, o que diminui os danos ao meio ambiente.Para os catadores, o alumínio é o material que apresenta mais valor na sua venda.



É verdade que os anéis das latas podem ser vendidos separadamente?

RESPOSTA

NÃO. As empresas de reciclagem de alumínio reciclam a lata inteira (com ou sem o lacre), mas não compram o lacre separadamente. Isso porque o anel da lata é muito pequeno e pode se perder durante o processo de transporte e peneiragem do material a ser reciclado. Além disso, o lacre, assim como o corpo da lata, é feito a partir de uma liga de alumínio. Ao contrário do que sugerem os boatos, não entram em sua composição nem ouro, nem prata e nem platina. Por conter alto teor de magnésio, a liga de alumínio utilizada para fazer o lacre tem fácil oxidação nos fornos que derretem o metal, reduzindo o rendimento da reciclagem e suas chances de ser reciclado isoladamente.



Quais as vantagens de reciclar o alumínio?

RESPOSTA

A cada quilo de alumínio reciclado, cinco quilos de bauxita (minério de onde se produz o alumínio) são poupados. Para se reciclar uma tonelada de alumínio, gasta-se somente 5% da energia que seria necessária para se produzir a mesma quantidade de alumínio primário, ou seja, a reciclagem do alumínio proporciona uma economia de 95% de energia elétrica. Para se ter uma idéia, a reciclagem de uma única latinha de alumínio economiza energia suficiente para manter um aparelho de TV ligado durante três horas.



Quais são os principais benefícios da reciclagem?

SOCIAIS

POLÍTICOS

ECONÔMICOS



Que cuidados devo ter com a lata de alumínio?

RESPOSTA

A indústria de latas, assim como os fabricantes de bebidas, respeitam padrões internacionais, além de normas próprias de produção, e garantem a qualidade e a integridade de seus produtos; As bebidas, assim como qualquer outro produto – inclusive os naturais como frutas e verduras ficam em armazéns antes de serem transportados e vendidos em supermercados, bares e restaurantes. O risco de contaminação, durante este trajeto, existe para qualquer tipo de embalagem ou produto (você comeria uma maçã sem antes lavá-la ?). A alternativa para evitar problemas é uma só: hábitos básicos de higiene.



Onde são fabricadas as latas?

RESPOSTA

As empresas produtoras de latas e tampas estão presentes em nove estados brasileiros: Minas Gerais, Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, além de uma em construção em Cuiabá.

As tampas são produzidas em Suape (PE), Aracajú (SE) e Simões Filho (BA).



Todas as latas existentes no mercado são de alumínio?

RESPOSTA

Não, as latas para bebidas disponíveis no mercado podem ser de aço ou de alumínio. As latas de aço são um pouco mais pesadas que as de alumínio, e podem ser separadas na reciclagem com o uso de um ímã, já que estas são magnéticas. A grande maioria das bebidas são acondicionadas em latas de alumínio atualmente.



Como identificar as latas de alumínio?

RESPOSTA

As latas de alumínio podem ser identificadas por dois símbolos impressos na embalagem, normalmente utilizados pelas indústrias: um é o “AL” circundado por duas setas, e o outro é a figura de uma lata, com a inscrição “Recicle Alumínio”.



Gostaria de saber se o anel da lata é feito de titânio?

RESPOSTA

Não. O anel é feito do mesmo material da lata, o alumínio.



É possível agendar uma visita as fábricas?

RESPOSTA

Sim, existe uma possibilidade que deve ser requerida junto as empresas produtoras.



Por que não são fabricadas embalagens maiores de alumínio para bebidas (acima de 350 ml)?

RESPOSTA

O principal motivo é o custo, já que o PET, por exemplo, para volumes maiores é mais barato.


VANTAGENS DA EMBALAGEM PARA O CONSUMIDOR

Assim que as latinhas passaram a ser fabricadas em alumínio, o consumidor logo notou sua maior leveza, praticidade e maior velocidade de refrigeração do conteúdo, o que propicia economia de energia elétrica. Além disso, as latinhas ocupam menos espaço na geladeira. Isso porque seis latas (2,1litros) ocupam o mesmo espaço que três garrafas (1,8 litros). O armazenamento é simples e seguro, já que o fundo de uma lata se encaixa perfeitamente na tampa da outra.

O alumínio é atóxico, resistente e maleável. É, por tais características, o material ideal para acondicionar alimentos, produtos de higiene e beleza e, ainda, medicamentos sensíveis à luz, à água e ao calor. Na produção das latinhas, o alumínio oferece embalagens mais leves, resistentes, econômicas e seguras para o consumidor.


AS LATINHAS SÃO ATRAENTES, PRÁTICAS, FÁCEIS DE MANUSEAR…

As latinhas são atraentes, práticas, fáceis de manusear e amigas da natureza, estando presentes em nosso dia-a-dia, durante as refeições, em shows, bares, praias, alegrando nossa vida com seu visual moderno e variado.

Estas embalagens são seguras e econômicas para o consumidor. Seu processo de vedação garante total segurança aos produtos acondicionados, e ela não se fragmenta quando cai no chão. Além disso sua capacidade (350ml) é ideal para o consumo individual, não havendo desperdícios.

A tampa é fácil de abrir e também “ecológica”, pois retêm o anel, evitando a poluição ambiental. As latas de alumínio por serem atóxicas, fortes, leves e inquebráveis são o material ideal para acondicionar bebidas. Além disso, elas não enferrujam, mantendo o sabor da bebida inalterado.

Diferente de outros recipientes, as latinhas de alumínio são invioláveis, o que garante a boa procedência e qualidade do líquido em seu interior. Segundo um grande fabricante de bebidas, é comum casos de violação de garrafas, já que existem mecanismos que permitem a violação do vasilhame sem que o consumidor perceba, sendo possível destampar e tampar um frasco sem que isso seja notado, a não ser por um perito.Com tudo isso, pode-se afirmar que qualquer bebida fica melhor em latas!


VANTAGENS DA EMBALAGEM PARA A INDÚSTRIA DE BEBIDAS

Por beneficiar tanto os consumidores quanto os distribuidores e comerciantes, a indústria de bebidas passou a envasar seus produtos em latas de alumínio, o que foi aceito de forma irrestrita pelo mercado.

Em 2005, 16% das bebidas gaseificadas produzidas no mercado nacional foram embaladas usando este tipo de embalagem. Hoje, 95% das bebidas vendidas em latas no nosso País utilizam a embalagem de alumínio.mais de 120 mil latas podem ser enchidas em uma hora…

Para os fabricantes de bebidas, o envasamento em latinhas de alumínio apresenta diversas vantagens, já que seu peso reduzido favorece o transporte (cada lata pesa apenas cerca de 13,5g). Alta produtividade nas máquinas é outra importante característica das latas, já que mais de 120 mil latas podem ser enchidas em uma hora. Além de maiores velocidades de envasamento, uma série de problemas de vazamentos que eram bastante comuns com o modelo antigo de aço, são eliminados.

No aspecto visual e de comunicação, a ampla gama de desenhos e cores que podem ser usadas na pintura sobre a superfície do alumínio é uma vantagem dificilmente alcançada pelas outras embalagens. Baseado em um processo fácil e de alta qualidade, a área de pintura mais ampla disponível na lata, permite uma exposição muito maior e mais fiel da marca do fabricante, já que não é preciso usar rótulos.

A inviolabilidade das latinhas de alumínio garante a boa procedência e qualidade do líquido em seu interior. Segundo um grande fabricante de bebidas, é comum casos de violação de garrafas, já que existem mecanismos que permitem a abertura das garrafas, sem que o consumidor perceba.

Por beneficiar toda a cadeia, pode-se afirmar que envasar em latas é bem melhor!


VANTAGENS DA EMBALAGEM PARA OS COMERCIANTES, SUPERMERCADISTAS E DISTRIBUIDORES

Por serem leves e ao mesmo tempo, resistentes e inquebráveis, as latinhas de alumínio são responsáveis por uma grande redução nos custos de estocagem. Assim como acontece nas residências dos consumidores, em gôndolas e geladeiras industriais, o armazenamento de latinhas gera um ganho de espaço de 17%: seis latinhas (ou 2,1 litros) ocupam o mesmo espaço que três garrafas (1,8 litro). Além da facilidade de empilhamento, pois o fundo da lata se encaixa perfeitamente na tampa da outra.

No que se refere ao transporte, a latinha de alumínio só traz vantagens. Em cada viagem, um carrinho de mão pode levar de cinco a seis engradados de garrafas e de oito a nove caixas de latas. Isso significa carga e descarga mais rápidas, menos tempo no depósito e maior produtividade de funcionários. Além disso, o sistema de fechamento das latinhas, protege melhor os produtos acondicionados, garantindo mais segurança na hora de transportá-las e garantia de procedência da bebida para o consumidor.

Por serem “one-way”, o revendedor não precisa fazer estoques de latas vazias, que tomariam espaço físico dos estabelecimentos. E por não quebrarem, eventuais acidentes durante o manuseio das latinhas, não ocasionam transtornos significativos. E ainda: muitos comerciantes acabam também tendo retorno financeiro com a reciclagem das latas usadas.

Com tantas vantagens, vender em latas é muito melhor!


VANTAGENS DO ALUMÍNIO PARA O MEIO AMBIENTE:

Mineração: responsabilidade com a natureza

Da natureza vem a matéria-prima para a produção do alumínio e portanto, existe uma grande preocupação por parte da indústria produtora do metal em preservá-la. O alumínio vem a ser o metal mais abundante do planeta, segundo a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL).

A indústria brasileira do alumínio é hoje referência mundial em ações de preservação ambiental. Graças à iniciativas pioneiras e à várias parcerias institucionais, o setor obteve grandes resultados na redução de consumo de recursos naturais, na redução de emissões, na reabilitação de áreas mineradas e no reaproveitamento e reciclagem de resíduos e produtos. Um exemplo dos bons resultados do setor é a redução da emissão de gases que contribuem para o efeito estufa.

O Brasil é o sexto maior produtor de alumínio primário do mundo e possui a 3ª maior reserva mundial de bauxita, minério utilizado para a obtenção do alumínio. A extração da bauxita é feita com uma criteriosa remoção das camadas superficiais de solo orgânico, recolhido e guardado para ser utilizado na futura reabilitação das áreas mineradas. 60% das áreas mineradas do País já foram reabilitadas e devolvidas na quase totalidade ao seu uso original de floresta nativa, com mudas produzidas em viveiros das próprias empresas.

RE9 Recicle